Abelhas (Hymenoptera: Apoidea) visitantes das flores de urucum (Bixa orellana Linnaeus 1753) em Teixeira de Freitas, Bahia, Brasil

Autores

  • Welber da Costa Pina Universidade do Estado da Bahia - UNEB
  • Mairan Santos Bonfim
  • Sabrina Oliveira Silva
  • Ingrid Raiane Rodrigues Almeida

Palavras-chave:

Diversidade, Bixa orellana, interação inseto-planta.

Resumo

Os insetos visitantes das flores do urucum são basicamente abelhas, que são consideradas agentes polinizadores de grande importância para muitas espécies vegetais. O presente trabalho teve por objetivo identificar as espécies de abelhas visitantes de uma cultura de urucum situada em Jardim Novo, Teixeira de Freitas/BA. As coletas foram realizadas nos meses de maio e junho de 2013. A técnica utilizada foi coleta ativa com rede entomológica. Todas as abelhas coletadas foram mortas usando frascos mortíferos com acetato de etila, montadas a seco, identificadas e depositadas na Coleção do Laboratório de Zoologia da Universidade do Estado da Bahia, Campus X. Foram coletadas 1.013 abelhas distribuídas em 15 espécies. As espécies mais abundantes e classificadas como constante foram Apis mellifera, Trigona spinipes e Bombus morio com as demais sendo consideradas como acessórias ou acidentais. O período de maior forrageamento foi concentrado na parte da manhã (8 h – 12 h). Concluímos que a diversidade de espécies foi relativamente pequena e por isso aconselha-se o cultivo desta lavoura próximo às áreas de mata nativa e outras plantações, pois são potenciais para visitação de abelhas, podendo aumentar o sucesso reprodutivo do plantio.

Biografia do Autor

Welber da Costa Pina, Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Departamento de Educação - campus X - Colegiado de Ciências Biologicas - Laboratório de Zoologia

Downloads

Publicado

2015-05-09

Edição

Seção

Artigos