AVALIAÇÃO DE RISCO CARDIOVASCULAR EM IDOSOS SEGUNDO OS CRITÉRIOS DE FRAMINGHAM

Autores

  • ALLAN DANTAS SANTOS Universidade Federal de Sergipe
  • Wiliston Batista Santana Faculdade AGES
  • Ana Maria Dantas Santos Universidade Tiradentes
  • Glebson Moura Silva Prof. Assistente da Universidade Federal de Sergipe
  • Márcio Bezerra Santos Prof. Assistente A do Departamento de Educação em Saúde da Universidade Federal de Sergipe

Palavras-chave:

idosos, risco cardiovascular, critérios de framingham.

Resumo

Avaliar o risco de evento cardiovascular (ECV) em idosos hipertensos e diabéticos do município de Tucano (BA) segundo o escore de risco de Framingham (ERF). Estudo transversal, descritivo com abordagem quantitativa, realizado com 25 idosos de ambos os gêneros, acompanhados pelo Programa HIPERDIA do referido município. Realizou-se exames clínicos e laboratoriais para dosagem sérica de HDL-C, LDL-C, CT, glicemia de jejum, pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD), medidas antropométricas, características sócio-demográficas, comportamentais e hábitos de vida. Para análise dos dados, foram elaboradas estatísticas descritivas por meio de frequências absolutas (F) e relativas (%), cálculo das médias, desvio padrão, correlação de Pearson e calculado o risco cardiovascular segundo ERF. Observou-se 68% da amostra eram do sexo feminino; as médias de idade foram 70,50 (± 8,97) para homens e de 70,70 (± 8,24) para as mulheres. O risco de ECV em 10 anos, de acordo com o ERF, foi de 60% da amostra geral, classificada na faixa de alto risco. Entre os gêneros, observou-se que os homens (75%) e as mulheres (53%) estavam classificados nessa faixa. Aplicando a correlação de Pearson, observou-se correlação positiva entre as variáveis PAS e PAD (r = 0,9; IC = 0.8 a 0.96); CT e PAS (r = 0,17; IC -0,24 a 0,53; p = 0,4004); CT e PAD (r = 0,29; IC -0,12 a 0,62; p = 0,1546). Os profissionais de saúde devem implementar estratégias de promoção da saúde estimulando hábitos saudáveis, prevenindo complicações e promovendo melhoria na qualidade de vida.

Biografia do Autor

ALLAN DANTAS SANTOS, Universidade Federal de Sergipe

Professor Assistente A do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Sergipe.

Downloads

Publicado

2014-10-08