Índice SPAD e crescimento do tomateiro em função de diferentes fontes e doses de nitrogênio

John Silva Porto, Rafael de Queiroz Costa, Tiyoko Nair Hojo Rebouças, Odair Lacerda Lemos, José Magno Queiroz Luz, Yuri Ferreira Amorim

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de diferentes fontes e doses de nitrogênio no crescimento e desenvolvimento do tomateiro. O experimento foi conduzido na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Vitória da conquista – BA. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições em esquema fatorial 3 x 3 + 1, utilizando-se 3 fontes de Nitrogênio (nitrato de cálcio, ureia e sulfato de amônio) e 3 doses (140, 280 e 420 kg ha-1 de N) e uma testemunha absoluta. Foram analisados a taxa de crescimento relativo, Altura, diâmetro da haste principal, massa seca da parte aérea e o índice SPAD. A altura, diâmetro da haste e o SPAD aumentaram linearmente de acordo com o aumento das doses de N aplicadas, ao passo que plantas tratadas com NO3- tiveram maior acúmulo de massa seca e leitura SPAD.


Palavras-chave


Solanum lycopersicum, desenvolvimento, adubação nitrogenada

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.