Condições meteorológicas e diferenças térmicas diárias extremas no clima urbano da cidade de Curitiba

Luciana Leal, Daniela Biondi, Antonio Carlos Batista

Resumo


Para conhecer melhor a variação térmica na cidade de Curitiba, este trabalho teve como objetivo analisar a intensidade das diferenças térmicas intraurbanas e sua relação com as condições meteorológicas nas datas de monitoramento. A coleta de dados da temperatura do ar foi realizada em 44 pontos de monitoramento em locais fixos na malha urbana de Curitiba, em quatro campanhas, cada uma com duração de 22 dias em períodos correspondentes às estações do ano nos meses de fevereiro, maio, agosto e novembro de 2011. Com os dados coletados foram calculadas as médias e obtidas as máximas e mínimas absolutas e a partir destes valores calculadas as diferenças térmicas diárias extremas entre os pontos de monitoramento. Para detectar a relação entre as diferenças térmicas e as condições meteorológicas nas datas de monitoramento foi realizada a análise estatística por meio da correlação de Pearson. Em todas as datas analisadas foram encontradas diferenças térmicas acima de 1°C, indicando a ocorrência de ilhas de calor urbano. A análise estatística mostrou a relação das intensidades de variação térmica com as condições meteorológicas nos períodos de observação, principalmente com a umidade relativa do ar e a nebulosidade.

Palavras-chave


ilhas de calor urbano, umidade relativa do ar, nebulosidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.