Design Teórico de Transportadores de Elétrons para aplicação em OLEDs.

Autores

  • N. M. Rodrigues Universidade Federal de Sergipe
  • E. S. Machado Universidade Federal de Sergipe
  • N. B. da Costa Júnior Universidade Federal de Sergipe
  • R. O. Freire Universidade Federal de Sergipe

Palavras-chave:

OLED, Transportador de elétrons, Estudo teórico.

Resumo

Este trabalho apresenta o projeto de novos materiais baseados na estrutura do AlQ3, para serem aplicados como transportadores de elétrons em OLEDs. As modificações no precursor ALQ3 foram feitas com intuito de obter estruturas que apresentem uma maior energia do LUMO, objetivando facilitar a transferência de elétrons para a camada emissora. Para tanto, foram escolhidos grupos substituintes doadores e aceptores de elétrons para modificar a estrutura do ALQ3.

Duas diferentes estruturas cristalográficas do ALQ3 foram obtidas na literatura. Ambas tiveram suas geometrias otimizadas com os métodos B3LYP/6-31G**; AM1, PM3, PM6 e PM7. Em seguida as estruturas otimizadas foram comparadas com as respectivas estruturas cristalográficas. Os resultados indicaram que os métodos B3LYP/6-31G** e PM7 apresentam exatidão semelhante. Com base nisto, como seria preciso estudar 16 diferentes estruturas modificadas, optamos em escolher o método semiempírico PM7 devido a sua maior eficiência computacional frente ao método B3LYP/6-31G**. Assim, todas as 16 estruturas foram otimizadas com o PM7 e suas energias do LUMO obtidas a partir de um cálculo 1SCF da geometria PM7 utilizando a metodologia B3LYP/6-31G**. Os resultados mostraram que o aumento na energia LUMO foi proporcionado pela adição de grupos doadores de elétrons e que a energia pode ser mais elevada com a adição de doadores mais fortes.  Também foi possível constatar a exatidão do método PM7, frente aos seus antecessores.

Downloads

Publicado

2013-08-05