O gênero Mecaster (Echinodermata: Spatangoida) no Cretáceo Superior da Formação Jandaíra, bacia Potiguar, Nordeste do Brasil

Autores

  • Josevânia de Oliveira Universidade Federal de Sergipe/ Campus Prof. Alberto Carvalho
  • Cynthia Lara de Castro Manso Departamento de Biociências, UFS, Campus Prof. Alberto Carvalho
  • Edilma de Jesus Andrade Universidade Federal de Sergipe, Programa de Pós-Graduação em Geociências e Análise de Bacias
  • Wagner Souza Lima Fundação Paleontológica Phoenix

Palavras-chave:

Echinoides, Cretáceo, Formação Jandaíra.

Resumo

Neste trabalho é apresentada uma revisão sistemática dos equinoides espatangoides do gênero Mecaster na Formação Jandaíra, bacia Potiguar. Os exemplares de equinoides fósseis foram obtidos em coletas realizadas em quatro localidades fossilíferas dessa formação. Foram identificadas apenas duas espécies pertencentes a esse gênero, Mecaster fourneli e Mecaster texanum. As duas espécies foram comparadas entre si e com descrições de exemplares provenientes de outras bacias. Os exemplares analisados apresentaram variações nos caracteres morfológicos em diferentes estágios ontogenéticos. Foi observada, ainda, uma maior distribuição estratigráfica de M. fourneli assinalada do Turoniano superior ao Campaniano, e M. texanum registrada apenas do Turoniano ao Coniaciano nessa unidade.

Biografia do Autor

Josevânia de Oliveira, Universidade Federal de Sergipe/ Campus Prof. Alberto Carvalho

 http://lattes.cnpq.br/1361744944328053

Cynthia Lara de Castro Manso, Departamento de Biociências, UFS, Campus Prof. Alberto Carvalho

http://lattes.cnpq.br/5840322012849428

Edilma de Jesus Andrade, Universidade Federal de Sergipe, Programa de Pós-Graduação em Geociências e Análise de Bacias

http://lattes.cnpq.br/9296386974818673

Wagner Souza Lima, Fundação Paleontológica Phoenix

 http://lattes.cnpq.br/1600416879943125

Downloads

Publicado

2013-08-28