Análise de Aceitação da Merenda Escolar dos alunos das escolas municipais urbanas de Itabaiana-SE

Lorena Dantas Cruz, Alécia Josefa Alves Oliveira Santos, Aline Alves Oliveira Santos, Adriana Barros Luna Gomes, Filipe Alexandre Milet de Andrade, Paulo Sergio Marcellini

Resumo


A merenda escolar também conhecida como Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), visa atender 15% das necessidades nutricionais diárias dos alunos durante sua permanência em sala de aula. O presente estudo teve o objetivo de avaliar a aceitação da merenda escolar oferecida aos alunos de uma rede municipal de ensino. Foi elaborado em estudo transversal com amostra de 990 alunos, do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental, correspondente a 8 escolas da rede urbana. Foram aplicados questionários contendo escala estruturada hedônica facial, de cinco pontos para avaliar o grau de aceitação de dez diferentes refeições. Os dados foram analisados pelos testes estatísticos Anova e o de Tukey. Dos 990 alunos da amostra, 387 eram do sexo masculino e 603 do sexo feminino. Na análise dos questionários observou-se uma aceitação com média acima do valor três da escala para as refeições oferecidas, exceto o arroz doce que foi significativamente (p<0,05) preterido, com uma média de 2,99. Vale destacar que a maior aceitação foi à preparação bolo bacia e suco, apresentando uma média de 4,39. As preparações oferecidas pelo PNAE aos alunos de uma rede municipal de ensino apresentaram uma aceitação compatível com um padrão sensorial adequado.


Palavras-chave


merenda escolar; ensino fundamental; análise sensorial.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.