Parâmetros bioquímicos, fisiológicos e morfológicos de ratos (Rattus novergicus linhagem Wistar) produzidos pelo Biotério Central da Universidade Federal de Sergipe

Marcio Roberto Viana Santos, Vagner Herculano Souza, Igor Alexandre Cortes Menezes, José Leal Bitencurt, José Melquiades Resende-Neto, André Sales Barreto, Fernando Cunha Andrade, Rosilene Moretti Marçal, Flávia Teixeira-Silva, Lucindo José Quintans-Júnior, Ana Paula Oliveira Barbosa

Resumo


É imprescindível que cada laboratório conheça o conjunto de valores de referência de seus animais sadios, de acordo com a espécie, a dieta, a linhagem, o sexo e a idade. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo estabelecer valores de referência de alguns parâmetros bioquímicos, fisiológicos e morfológicos de ratos provenientes do Biotério Central da Universidade Federal de Sergipe. Para tanto, foram avaliados parâmetros bioquímicos plasmáticos (glicose, frutosamina, triglicerídeos, colesterol total, colesterol HDL e LDL, uréia e creatinina), fisiológicos (pressão arterial sistólica, diastólica, média e de pulso, frequência cardíaca e ingesta hídrica) e morfológicos (índice de massa cardíaca e hepática) em ratos adultos jovens, machos, sadios, da linhagem Wistar. Os resultados demonstraram que a maior parte dos parâmetros avaliados no presente estudo não diferiu daqueles obtidos de animais provenientes de outros biotérios. Além disso, os valores obtidos poderão servir como referência para estudos futuros, melhorando a padronização de protocolos experimentais, ao facilitar a identificação de animais com parâmetros anormais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.