Degradação de corante Reative Black 5 via processo foto-Fenton com modelagem e otimização utilizando RNA

Autores

  • Fernando Ferreira Silva Dias UFPE, Departamento de Engenharia Quimica
  • Osvaldo Chiavone-Filho UFRN, Departamento de Engenharia Quimica
  • Ricardo Morais Lira UFPE, Departamento de Engenharia Quimica
  • Frede Oliveira Carvalho UFAL, Departamento de Engenharia Quimica
  • Jose Geraldo Pacheco UFPE, Departamento de Engenharia Quimica

Palavras-chave:

Degradação, Efluente, Corante têxtil, Reator fotoquímico, RNA

Resumo

A indústria têxtil gera uma grande quantidade de efluentes contaminados com corantes, especialmente os do tipo azo como o remazol preto B (rective black 5 – RB5). Se não forem tratados, estes efluentes causam prejuízo estético e danos ao meio ambiente e à saúde humana. O tratamento biológico convencional não é eficiente para este tipo de composto. Processos oxidativos avançados têm sido aplicados para degradar efluentes contendo corantes refratários ao tratamento biológico. O objetivo deste trabalho foi estudar a degradação de do corante remazol preto-B utilizando o processo de oxidação avançada foto-Fenton com radiação UV-A, visando o reuso de água e redução dos custos de produção. Foi realizado um planejamento experimental (23) utilizando o H2O2, Fe2+ e o corante RB5 como variáveis independentes e a conversão de carbono orgânico total (TOC) como a variável resposta. Foi desenvolvido um modelo de redes neurais artificiais (RNA) com a utilização do software Statistica 8.0 que possibilitou a modelagem e a otimização do processo. Foi obtida na condição otimizada a proporção de concentração molar inicial de igual a 119:19:1 para o reator PTC com radiação UV-A de luz negra após 90 min de reação, obtendo-se conversão máxima de TOC igual a 90%. Foram realizados testes experimentais nas condições otimizadas obtendo 90% de conversão de TOC mostrando o bom desempenho do modelo empírico de redes neurais artificiais para a predição e otimização do processo foto-Fenton. 

Biografia do Autor

Jose Geraldo Pacheco, UFPE, Departamento de Engenharia Quimica

http://lattes.cnpq.br/6315186407922891

Downloads

Publicado

2013-10-26