Petrografia do Stock Nefelina Sienítico Serra da Gruta, Província Alcalina do Sul do Estado da Bahia

Maria Lourdes Silva Rosa, Josemar Aragão Oliveira, Herbet Conceição, Débora Correia Rios, Adjanine Carvalho Santos Pimenta, Jailson Júnior Alves Santos

Resumo


O Stock Nefelina Sienítico Serra da Gruta, tem área de 4 km2, é intrusivo em granulitos arqueano-paleoproterozóicos, e localiza-se na parte sudeste da Província Alcalina do Sul da Bahia. Esse stock tem forma arredondada e a presença de contatos bruscos asseguram a sua colocação epizonal. Ele é constituído por vários tipos de sienitos (nefelina sienito, cancrinita nefelina sienito, cancrinita nefelina sodalita sienito, nefelina biotita sienito e álcali-feldspato sienito) que exibem contatos gradacionais e complexos entre si, sugerindo uma evolução por cristalização fracionada. As relações texturais e a evolução da mineralogia evidenciam que o controle do fracionamento nesse magma foi feito pelo fracionamento do feldspato alcalino e minerais máficos precoces. A presença da cancrinita, carbonato e sodalita nessas rochas é interpretada a luz das texturas presentes e dados experimentais disponíveis na literatura, como sendo indicativa da interação de fluidos com frações molares importantes de CO2 e cloreto com cristais de nefelina e feldspato alcalino.


Palavras-chave


petrografia; nefelina sienito; Bahia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.