Controle de nematóide de galhas por Pleurotus ostreatus

Regina Helena Marino, Danielle Guilherme C. da Silva

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de isolados do fungo de podridão branca Pleurotus ostreatus no controle do nematóide de galhas, em alface. Os fungos utilizados foram DF39, EF58, EF60 e PS5 de P. ostreatus. Os inoculantes fúngicos foram produzidos em substrato à base de pó de coco autoclavado. O plantio das mudas de alface Luiza Veia foi realizado vasos com inoculante fúngico: solo autoclavado, na proporção de 1:3. Em cada vaso foi realizada a inoculação de 5 mL de água destilada contendo 100 µL da suspensão de nematóides com 600 ovos de Meloidogyne incognita. Foram realizadas inoculações em três pontos ao redor da raiz. Os parâmetros avaliados foram número de galhas e de massas de ovos nas raízes de alface, após 35 dias do plantio. Todos os isolados fúngicos testados reduziram o número de galhas e de massas de ovos de Meloidogyne, em comparação com o controle.


Palavras-chave


Lactuca sativa, nematóide de galhas, controle alternativo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.