Primeira ocorrência de zirconolita na Província Alcalina do Sul do da Bahia: intrusão sienítica do Complexo Alcalino Floresta Azul, Bahia, NE Brasil

Jailson Júnior Alves Santos, Adjanine Carvalho Santos Pimenta, Maria Lourdes Silva Rosa, Herbet Conceição

Resumo


Cristais de zirconolita (CaZrTi2O7) anédricos e subédricos, e com tamanhos inferiores a 20 μm foram identificados pela primeira vez na Província Alcalina do Sul do Estado da Bahia em sienitos do Complexo Alcalino Floresta Azul. Nesse estudo utilizou-se um microscópio eletrônico de varredura com detectores de elétrons secundários, elétrons retroespalhados e espectrômetro de energia dispersiva. A zirconolita é magmática e ocorre inclusa em oligoclásio antipertítico e microclina pertítica, estando usualmente em associação com baddeleíta, thorianita, zircão, monazita, esfalerita, pirita e ilmenita. Os dados químicos obtidos para os cristais de zirconolita estudados revelaram que eles são homogêneos e suas composições semelhantes àquelas descritas na literatura para zirconolitas de foid-sienitos e carbonatitos.


Palavras-chave


Mineralogia, Zirconolita, Estado da Bahia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2015.095301

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.